Revista Vírus | LUPA CRÍTICA: ESQUERDA NA ELEIÇÃO RECRIA ESPERANÇARevista Vírus
39998
post-template-default,single,single-post,postid-39998,single-format-standard,ajax_leftright,page_not_loaded,,qode-theme-ver-9.4.2,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

LUPA CRÍTICA: ESQUERDA NA ELEIÇÃO RECRIA ESPERANÇA

LUPA CRÍTICA: ESQUERDA NA ELEIÇÃO RECRIA ESPERANÇA

Por HAMILTON OCTAVIO DE SOUZA

 

MOMENTO POLÍTICO

Partidos e movimentos sociais de esquerda precisam urgentemente unir forças e lançar nomes de possíveis candidatos aos governos estaduais, Presidência da República, Câmara dos Deputados e Senado Federal. O desgaste da situação e dos partidos tradicionais está no nível máximo, o que abre enorme espaço político na sociedade para ser ocupado com nomes respeitáveis e não queimados nos escândalos de corrupção. Se a esquerda não ocupar esse espaço, certamente será ocupado por oportunistas de direita. As propostas da esquerda sempre foram, historicamente, mais afinadas com a realidade e as necessidades do povo brasileiro, mas é preciso que sejam defendidas por políticos da confiança dos trabalhadores e do povo. A hora é agora.

 

FORTE DESAPROVAÇÃO

Pesquisa do Instituto Ipsos sobre aprovação ou desaprovação da atuação política de algumas personalidades mostrou o seguinte: de 11 nomes indicados (Lula, Sérgio Moro, Aécio Neves, Ciro Gomes, Geraldo Alckmin, Henrique Meirelles, Jair Bolsonaro, João Dória, Joaquim Barbosa, Marina Silva e Michel Temer), apenas dois, Sérgio Moro e Joaquim Barbosa, têm aprovação maior que desaprovação, justamente os que não são políticos de carreira, mas integrantes do Judiciário. O campeão da desaprovação é o atual presidente Michel Temer, com 94% dos pesquisados, e ele certamente não será candidato em 2018. Lula e João Dória disputam a menor desaprovação, respecti vamente de 59% e de 58%. Na lista do Ipsos não consta nenhum nome da esquerda.

 

ESQUIZOFRENIA LULISTA

Diante de cenário bem adverso do ocorrido nas eleições de 2002 a 2014, e mais próximo da eleição de 2016, o PT parece desnorteado sobre o que fazer em 2018. Colocar todo o partido subordinado à tática de Lula escapar da Justiça, uma vinculação cada vez mais suicida, cria atuação desconcertada e esquizofrênica, que ora adota como lema “eleição sem Lula é golpe”, depois vê o chefe abraçar “golpistas” do PMDB em viagem pelo nordeste, ora ameaça boicotar as eleições se Lula for condenado em 2ª instância, depois nega a existência de plano “B” com outros candidatos, faz ataques em todas as direções – tudo expõe a instabilidade na adversidade e o temor de desastre eleitoral. Seria mais honesto e coerente perante o eleitor se assumisse os erros que cometeu.

 

MUDANÇA OBRIGATÓRIA

Estudo da ONG Oxfam mostra que o Brasil caiu no ranking da desigualdade social da ONU e figura entre os 10 países mais desiguais do mundo. De acordo com o estudo os 5% mais ricos da população detêm a mesma fatia de renda que os outros 95%. De acordo com a coordenadora da pesquisa, Kátia Maia, não basta ampliar a inclusão na base da pirâmide, é preciso redistribuir a riqueza que está sendo concentrada no topo da pirâmide. Ela propõe imediata reforma tributária, pois o sistema tributário atual cobra mais dos pobres e da classe média do que dos ricos. E acha fundamental o combate à sonegação aos paraísos fiscais. Até quando vamos conviver com tamanha desigualdade?

 

MECA ELITISTA

Todo mundo sabe que a burguesia nacional nunca teve compromisso sério com projeto de desenvolvimento do Brasil. Nosso país tem sido apenas território fértil e povo fácil para a exploração, que pode ser espoliado à vontade e permite enorme apropriação da riqueza por uma minoria interessada em ter boa vida nos Estados Unidos ou em algum país da Europa. Depois de Miami, os ricos estão focados em Portugal, onde o governo garante cidadania para quem investe lá acima de 500 mil dólares. Por isso a onda de empresários e executivos com casas em Portugal, a realização de eventos organizados por e para brasileiros em Portugal e até festas de aniversários de advogados de criminosos da Lava Jato em Portugal. A meca elitista é o portão da Europa!

 

PARTIDO DIVINO

Na carta enviada a presidente do PT, Gleisi Hoffmann (ré em processo no STF), o ex-ministro Antônio Palocci, homem forte dos governos Lula e Dilma, confirma denúncias feitas em depoimento na Justiça e faz questionamentos ao partido e à liderança de Lula. Em trecho da carta afirma: “Até quando vamos fingir acreditar na autoproclamação do ‘homem mais honesto do país’, enquanto os presentes, os sítios, os apartamentos e até o prédio do Instituto (!) são atribuídos a Dona Marisa? Afinal, somos um partido político sob a liderança de pessoas de carne e osso ou somos uma seita guiada por uma pretensa divindade?” A resposta da cúpula do PT, como sempre, é desqualificar quem critica.

 

AUTOPROTEÇÃO

Apesar da chiadeira dos senadores sobre as medidas cautelares aprovadas pelo STF contra Aécio Neves, elas estão previstas na Lei 12.403, sancionada pela presidente Dilma Rousseff em 4 de maio de 2011, como alternativas mais brandas à prisão também prevista no Código de Processo Penal, nos casos de investigação ou instrução criminal. As cautelares são: afastamento da função pública, proibição de contato com outros investigados e recolhimento noturno no domicílio. Tudo está de acordo com a lei, já que Aécio foi flagrado pedindo propina para a JBS e a investigação aberta pela PGR está em curso. A reação do Senado nasceu em causa própria de outros investigados. Bingo!

 

DIREITO HUMANO

O Movimento Nacional da População em Situação de Rua, a Terra de Direitos e mais quatro entidades brasileiras acabam de enviar documento aos relatores especiais da ONU (de Moradia Adequada, de Extrema Pobreza e de Direitos Humanos) sobre o aumento de casos de violação de direitos humanos da população de rua, com registro de 419 violências e 69 assassinatos de pessoas apenas entre março e agosto de 2017. De acordo com o CNDDH, 65% das violências foram praticadas por agentes públicos com conivência ou omissão do Estado. O documento reivindica apoio da ONU para a realização de programas de assistência social e de moradia para a população de rua.

 

RELAÇÃO PERIGOSA

Mais uma vez o compadre de Lula, Roberto Teixeira, especialista no ramo imobiliário, aparece como gestor de negócios enrolados envolvendo o ex-presidente e sua família: agora é o tal apartamento vizinho ao de Lula, que é usado por Lula há muitos anos, mas que o Ministério Público considera fruto de propina da Odebrecht e assumido por suposto laranja Glaucos Costamarques. Quem tratou da negociação do imóvel, assim como do sítio de Atibaia, do terreno para o Instituto Lula, de apartamentos ocupados por filhos de Lula, e dos vários casos de licitude duvidosa, é o especialista Roberto Teixeira. Ele já foi alvo de sindicância interna no PT, mas continua fazendo das suas…

 

REVOLUÇÃO RUSSA

Com artigos, livros, palestras, debates, filmes e documentários, o portal MARXISMO 21 publicou, dia 26 de setembro, o mais denso e abrangente dossiê sobre os 100 ANOS DA REVOLUÇÃO RUSSA(http://marxismo21.org/ultimo-dossie/), que contou com a colaboração de inúmeros e reconhecidos estudiosos e analistas desse importante acontecimento. O material é da maior relevância para todos e todas que pesquisam e estudam a Revolução Soviética, o marxismo e a luta da esquerda ao longo da história, com suas conquistas e acertos, suas teorias, os erros cometidos e os desafios atuais no combate ao capitalismo e na construção de uma sociedade socialista. Um dossiê imperdível!

 

 

CONTINUA NA PRÓXIMA SEMANA…

 

Comente com o Facebook

Autor

Hamilton Octavio de Souza
Hamilton Octavio de Souza

Hamilton Octavio de Souza é jornalista profissional desde 1972, trabalhou na imprensa corporativa, sindical e popular, foi editor das revistas Sem Terra e Caros Amigos e colunista do jornal Brasil de Fato. Foi professor da PUC-SP por 34 anos, chefe do Departamento de Jornalismo e diretor da Apropuc. Faz parte da equipe de VÍRUS e colabora com o Correio da Cidadania, entre outros veículos.

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.