Revista Vírus | Edição #37 da Revista Vírus está à venda!Revista Vírus
38986
post-template-default,single,single-post,postid-38986,single-format-standard,ajax_leftright,page_not_loaded,,qode-theme-ver-9.4.2,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

Edição #37 da Revista Vírus está à venda!

Edição #37 da Revista Vírus está à venda!

horizontal_)mostruario pags

Se é pra reduzir, vamos reduzir (até acabar!) o genocídio da juventude negra

Potencializados pela direita conservadora e pela mídia que representa seus interesses, alguns chavões se espalham no ar: “O Brasil é o país da impunidade”, “Tem que prender mais pra reduzir a violência” e “Só fez isso porque sabe que é menor e vai ficar impune”, com isso, o argumento pela redução da maioridade penal para 16 anos ganha força. Nesta edição da Revista Vírus, mostramos como todos esses clichês não passam de falácias, impulsionadas por quem quer lucrar com o sistema prisional ou por quem é movido por um ódio cego de classes. O que acontece, na realidade, é um genocídio de jovens e negros, que são a parcela da população que mais morre por homicídio, inclusive em ações policiais. O país parou para ver a TV Câmara. Dirigindo a Câmara dos deputados com mão de ferro, Eduardo Cunha deu um golpe e conseguiu aprovar em primeira instância o projeto de lei que reduz a maioridade penal. Ainda falta o segundo turno na câmara e depois a matéria segue para o senado. Mesmo assim, a mobilização contra a redução segue firme com diversos movimentos sociais realizando protestos.

Assinatura da Vírus Planetário

Na Entrevista Inclusiva, o delegado e militante de direitos humanos Orlando Zaccone fala porque a redução é uma inversão de pauta e aponta a legalização das drogas como um dos principais caminhos para acabar com a violência no país. Ainda sobre a redução acompanhe na nossa matéria de capa uma discussão aprofundada sobre o tema e suas repercussões.

Saindo do foco da redução, 2015 tem sido um ano duro para as pessoas pobres quando o tema é moradia. As remoções por todo o país continuam fortes, com casos emblemáticos no Rio de Janeiro, que se prepara agora para sediar as Olimpíadas em 2016 com violência e destruindo a vida dessas pessoas. A resistência também se mostra presente em algumas vitórias contra a truculência do governo.

Falando em resistência, nossa Bula Cultural fala sobre o curta-metragem Kbela. O filme produzido através de financiamento coletivo fala sobre a importância da negritude e do empoderamento da mulher negra.

Nesta edição, os passatempos virais voltam com tudo. Na onda dos livros de colorir para adultos, você vai poder descolorir em tons de cinza os desenhos de Alex Frechette que retratam quadros tristes de nossa história e poderá também montar seu monstro, combinando o que há de pior na direita brasileira.

Quer saber mais? Leia a edição 37 da Vírus!

Por apenas R$7, entregamos em qualquer lugar do Brasil com frete incluído! O pagamento é rápido e 100% seguro.

Não gosta de papel? Que tal ler no computador e pagar quanto quiser?

É isso mesmo! Pague de acordo com a sua disponibilidade, e aproveite para economizar no bolso e no papel.

Confira nossa edição reduzida, com os principais destaques.

Comente com o Facebook
No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.