Revista Vírus | ArtigosRevista Vírus Page 5
39037
paged,page-template,page-template-blog-masonry,page-template-blog-masonry-php,page,page-id-39037,paged-5,page-paged-5,ajax_leftright,page_not_loaded,,qode-theme-ver-9.4.2,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

Artigos

O nosso site está em construção, em breve novidades!

Por Bruno Costa da Revista Vírus Planetário Logo no início do ano, nos dois primeiros meses, uma onda fascista começou a varrer o país a níveis midiáticos ainda não vistos ou previstos: a ação dos chamados justiceiros. Claro que de novidade não se trata, mas a...

O governo brasileiro pratica uma escalada de barbaridades para assegurar o lucro privado da FIFA e de seus patrocinadores. Advinha quem vai pagar a conta! Hamilton Octavio de Souza* No futuro, quando uma Comissão da Verdade e da Justiça apurar todos os crimes praticados pelo governo brasileiro para...

[caption id="attachment_37288" align="aligncenter" width="576"] Foto: Carlienne Carpaso[/caption] por Sarah Fontenelle e André Café - Vírus Planetário Oito de Março, dia que representa a luta e a resistência das mulheres por uma sociedade livre de opressão, exploração e submissão. Mesmo assim, as mídias grandes amanheceram banhadas de flores...

Por Clarissa, via A mãe que eu quero ser. Há uma semana, entrei no site da SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria) e dei de cara com o logo da Nestlé. Fiquei tão indignada que estou com um gosto amargo na boca até hoje. Esse patrocínio de...

Por Lu Sudré, da Revista Vírus Planetário Conforme o ano se inicia, muitos realizam um sonho ainda restrito para a maioria dos jovens do nosso país: entram na universidade. Após passar pelo processo excludente que é o vestibular, ao chegar na universidade a vontade de festejar...

por Luiz Henrique Coletto (publicado originalmente na revista o Viés) [caption id="attachment_36843" align="aligncenter" width="600"] Arte de Luiza Bertuol[/caption] Não curto afeminados. Esta é, provavelmente, uma das frases mais comuns em aplicativos (como Grindr, Scruffe Hornet) e chats voltados para homens gays. Tal ideia provoca sensações diferentes em quem as lê, do incômodo...